• Inácio Melo é escolhido Presidente da CPRM com Foco no Desenvolvimento Sustentável e Exploração Responsável dos Recursos Minerais e Hídricos do Brasil

     

    O cearense, radicado há mais de duas décadas no Maranhão, Inácio Melo, foi eleito hoje para presidir a CPRM (Companhia de Pesquisa de Recursos Minerais), estatal que é vinculada ao Ministério de Minas e Energia. Inácio Melo passou por um longo e detalhado crivo que buscou averiguar se ele cumpria os requisitos da lei das estatais, além de ter as habilidades e competências para presidir o órgão.

    A CPRM possui, entre outras responsabilidades, subsidiar a formulação da política mineral e geológica, participar do planejamento, coordenar e executar os serviços de geologia e hidrologia sob responsabilidade da União em todo o território nacional. Além disso, deve estimular a descoberta e o aproveitamento dos recursos minerais e hídricos do país, orientar, incentivar e cooperar com entidades públicas ou privadas na realização de pesquisas e estudos voltados para o aproveitamento desses recursos.

    No setor de mineração, Inácio Melo terá como grande meta ajudar a desenvolver a mineração no país. Segundo ele próprio afirma: “Temos uma importante missão dada pelo ministro Alexandre Silveira e que também estava na agenda da chapa vencedora das eleições no ano passado, que é garantir o desenvolvimento econômico com sustentabilidade. Não há conflito entre a defesa e proteção do meio ambiente com o desenvolvimento econômico. Na CPRM, iremos subsidiar todos os projetos de interesse do Brasil.”

    Sobre o Maranhão, Inácio Melo foi enfático: “Temos o dever cívico e até mesmo a responsabilidade ética e moral de ajudar nosso estado. Possuímos cartas geológicas que mostram o potencial hídrico e mineral do Maranhão. Vamos auxiliar o governo do Maranhão e também aqueles que desejam investir em nosso estado a fazê-lo de forma responsável e sustentável.”

    Inácio Melo comandará um orçamento respeitável, que chega a meio bilhão de reais, mesmo sem aporte de emendas parlamentares. Além disso, liderará cerca de 2000 funcionários espalhados por todo o território nacional.

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *