• SC tem maior apreensão de barbatanas no mundo; 10 mil tubarões foram mortos

    O Ibama apreendeu quase 30 toneladas de barbatanas de tubarão em Santa Catarina e São Paulo que seriam exportadas de forma ilegal para a Ásia, na maior apreensão em origem já registrada no mundo, afirmou o órgão ambiental nesta segunda-feira. As barbatanas são de tubarões das espécies Azul e Anequim, também conhecido como Mako, segundo o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama).

    A autarquia estima a morte de pelo menos 10 mil tubarões, sendo 4.400 tubarões Azul e 5.600 Anequim. “Essas apreensões de forma integrada representam a maior registrada no mundo, principalmente considerando se tratar de uma apreensão na origem, onde os tubarões são capturados”, disse o Ibama em nota. De acordo com a fiscalização, a apreensão ocorreu quase toda (27,6 toneladas) em uma única empresa exportadora no Estado de Santa Catarina, que não foi identificada pela entidade.

    Uma segunda empresa que tentava exportar 1,1 tonelada de barbatanas foi flagrada pelo Ibama no Aeroporto de Guarulhos, em São Paulo. A pesca de tubarões é ilegal no Brasil e as barbatanas possuem alto valor no mercado internacional, afirmou o Ibama.

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *